Tecnologias Digitais e Origami na Formação Docente para o Ensino de Geometria nos Anos Escolares Iniciais

  • José Kemeson da Conceição Souza Secretaria Municipal de Educação de Marabá-Pa
  • France Fraiha Martins UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ

Resumo

Esta pesquisa narrativa trata sobre formação continuada em contexto de trabalho, desenvolvida com um grupo de professores que ensinam matemática nos anos iniciais do ensino fundamental. Objetivamos compreender os aspectos formativos, mediado por Origami e Tecnologias Digitais, que contribuem para novas percepções docentes sobre o ensino de Geometria. Desenvolvemos um design de formação inspirado na teoria histórico-cultural de Vigotski e na pedagogia histórico-crítica de Demerval Saviani, sistematizado em cinco momentos: experiência de vida e formação – sensibilização para (auto) formação – materialização teórico-prática – sistematização do aprendizado – socialização. Utilizamos questionário, diário de formação, memoriais reflexivos, registros audiovisuais e entrevista. A Análise Textual Discursiva foi utilizada como metodologia para análise qualitativa. Os resultados revelam que: i) houve desenvolvimento do conhecimento específico do conteúdo, facilitado pelas tecnologias envolvidas, indicando que os motivos que levavam os professores a trabalharem de maneira limitada residiam na compreensão reducionista que possuíam sobre o conteúdo geométrico; ii) quando envolvidos em processo de interação mediado por uma pessoa mais experiente e por recursos didáticos capazes de proporcionarem estudo, discussão e reflexão do objeto matemático, as aprendizagens ocorrem satisfatoriamente. Ademais, a formação continuada deve ser desenvolvida de forma colaborativa e participativa, considerando os docentes como agentes importantes que são desse processo.

Palavras-chave: Ensino de Geometria. Origami. Tecnologias Digitais. Formação de Professores. Anos iniciais.

Biografia do Autor

José Kemeson da Conceição Souza, Secretaria Municipal de Educação de Marabá-Pa
Graduado em Matemática. Mestre em Docência em Educação em Ciências e Matemáticas. Atua na SEMED Marabá-Pa na área de formação de professores de matemática.
France Fraiha Martins, UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ
Graduada em Processamento de Dados. Mestre e Doutora em Educação em Ciências e Matemática. Professora Adjunto III, da Universidade Federal do Pará, lotada no Instituto de Educação Matemática e Científica. Atua na linha de pesquisa de formação de professores para o ensino de ciências e matemática; formação docente e uso de tecnologias digitais.
Publicado
2020-09-18
Seção
Educação Matemática e Tecnologias Digitais